style="display:inline-block;width:728px;height:90px"
data-ad-client="ca-pub-4096416861955340"
data-ad-slot="3966619962">

90

Como funcionam As Escolas Nos Estados Unidos

Ótimas Escolas

Aqui o Sistema de escolas é bem diferente do que estamos acostumados no Brasil.

A grande maioria das escolas são públicas e as poucas que são privadas precisam oferecer muito,  muito mais aos estudantes para poderem cobrar algum valor e serem procuradas.

Há um Sistema de Matrícula conforme seu endereço. Por tanto, não há maneira de uma criança morar em um lugar e estudar em outro lugar muito longe. Cada região tem uma escola.

Então você pode imaginar quantas são!

Tivemos a experiência na escola :

Rolando Espinosa

Endereço: 11250 NW 86th St, Doral, FL 33178

Telefone:  1 (305) 889-5757

Rolando Espinosa

Pelo nome da escola, nem parecia que estavamos nos Estados Unidos.

Mas fomos muito bem recebidos e na verdade, apesar de quase todos falarem as duas línguas (Inglês e Espanhol), na secretaria da escola apenas a Senhora Ortiz falava espanhol.

Registrando seu filho(a) em uma escola americana:

Se for registrar um filho(a) em uma escola, não precisa se preocupar não é tão burocrático.

Eles pedem para você preencher um formulário, é grande e específico, mas fácil.

Depois é só levar uma conta de serviço de sua moradia: de água, energia ou de serviço de tv a cabo em seu nome.

Depois disso eles irão pedir um formulário médico (Blue form e o Yellow form), você terá que pagar uma consulta caso não tenha plano médico, pois é obrigatório.

Outra coisa que é obrigatótio é a vacinação contra varicela e o exame chamado PPD. A vacina é dada em duas doses com intervalo de 4 meses.

Um detalhe importante é que a carteira de vacinação tem que ser traduzida e se você não fez isso no Brasil eles irão cobrar para fazer aqui.

Tenha em mente e pergunte sobre como registrar seu filho(a) em relação a língua que ele fala, pois com certeza ele (a) vai participar do projeto ESOL.

ESOL é um projeto para as crianças que não sabem inglês, pois as aulas são ministradas nessa língua e cobrada da mesma maneira!

A cada etapa que a criança progredide vai para o próximo nível do programa. Nossa filha pulou do nível 1 para o 3 em um ano e não necessita mais de tutoria. Os níveis são de 1 a 5.

Tutoria é a ajuda de uma pessoa que fala a língua da criança e visita a escola 1 vez na semana para ajudar as crianças com dificuldades.

Rolando Espinosa é uma escola de 3 andares, muito bonita e bem estruturada, com bons professores, com premiações . E como toda escola, possui seus pontos positivos e negativos aos olhos de cada pessoa. Particularmente, não podemos dizer nada de negativo.

Nesse momento são as férias de verão para a criançada (de 6 de junho a 17 de Agosto).

Iremos ter uma nova experiência escolar, pois com nossa mudança de apartamento, um novo endereço, uma nova escola.

Agora vou falar sobre a primeira escola que pesquisamos na internet antes de vir para cá.

E onde nossa filha irá estudar agora.

Ela se chama:

John I. Smith K-8 Center,

Endereço: 10415 NW 52nd St, Doral, FL 33178

Telefone: 1(305) 406-0220

Jhon Smith

Genaro Navarro é o novo director da escolar pública John I. Smith K-8 Center, em Doral.

Ele é um cubano, que reside desde os 3 anos aqui nos Estados Unidos.

Tem 27 anos de experiência, foi assistente, se envolveu na arte de ser educado e educar no serviço público deste país, o qual deve seus conhecimentos, sua vida e profissão.

Trabalhou 8 anos como professor, foi promovido como assistente de diretor e permaneceu 6 anos em Jose Marti Middle School, para depois ser diretor de Kensington Park Elementary, onde permaneceu por 12 anos.

Ele foi escolhido a dedo para substituir a diretora Gwendolyn C. Hines, por seus meritos nas organizações já trabalhadas.

Nas palavras de Navarro, diz “estar muito feliz e orgulhoso de pertencer e ser um produto de Miami-Dade Country Public School. Primeiro quer conhecer os professores, alunos e pais para poder iniciar um bom trabalhos com todos”

Ele também está disposto a implanter mais tecnologia na escolar, que já possui a doação de 40 computadores por parte da PTSA (uma assoriação de pais e alunos colaboradores com a escolar), mas que no momento está fazendo melhoria no estado da escola para a chegada dos alunos. Pefere pensar assim: “Por mais que se pense que está tudo perfeito, ainda sim, está mal. Sempre devemos pensar que devemos melhorar”.

“Deseja trabalhar com a comunidade, para que tudo saia da melhor maneira possível”.

E assim, chegou e se expressou o novo director de JIS k-8 Center, com muta vontade de trabalhar, abrindo um novo episódio da escola na comunidade de Doral e no futuro dos alunos que ai estudam.

Para a transferência de um aluno é necessário levar o novo endereço até a escola onde estudava, pegar um papel dizendo a respeito da transferência e com ele ir até a nova escola. Irão pedir para você preencher um formulário e pronto.

Com a lista de material nas mão, você e seu filho(a) estão preparados para jornada de compra de materiais e uniformes.

Lembre-se de perguntar sobre o uniforme, cada escola tem o seu.

Boas aulas!!

Valdirene Martins
 

Olá. Meu nome é Valdirene Martins e vivo em Miami desde 2013. Sou brasileira, mas meu coração já é metade americano. Gosto de tudo por aqui. Sinto saudades da família e amigos, porém os Estados Unidos oferecem vantagens e oportunidades de experimentar muitas coisas novas. Estou adorando dividir tudo isso com vocês.

ALEFE DA SILVA PINHO - 3 de novembro de 2016

Olá querida! Meu nome é Alefe, sou casada e tenho três filhos. O Artur tem 7 anos e diagnóstico de superdotação, a Sofia tem 5 anos e também é muito inteligente, mas ainda não tem laudo. O mais novo, Bernardo, fará 4 aninhos no próximo dia 11; também é super inteligente!
Temos muitas dificuldades com o atendimento especializado aqui no Brasil e pretendemos ir embora no ínício do ano, mas nunca fomos ao EUA. Por favor, preciso de ajuda, pois algumas peculiaridades trará minha aposentadoria em março e o meu esposo é farmacêutico com pretensão em abrir uma farmácia aí( temos uma farmácia aqui).
Quero ir logo para matriculá-los para o próximo ano em uma escola pública. Quero muito qualidade de vida para educar nossos filhos. Se pudermos conversar em email privado, serei extremamente grata!

    Claudemir Martins - 6 de novembro de 2016

    Olá Alefe,

    Mantemos o Blog para compartilhar as informações de maneira que todos possam aproveitar.
    Por favor envie suas dúvidas aqui mesmo pelos comentários, dessa maneira outros também poderão se beneficiar das respostas

    Abraços
    Claudemir

    Valdirene Martins - 11 de janeiro de 2017

    Olá Alefe, claro, pode me enviar um email em vmartins@bahiainternational.com

      Renata - 22 de maio de 2017

      Boa tarde .. meu filho tem autismo , sem comprometer a inteligência , no Brasil estuda em escola normal com tutorA .ainda não fala inglês . Onde seria melhor ele estudar ?

        Valdirene Martins - 23 de maio de 2017

        Olá Renata,

        A criança precisa entrar na escola e logo em seguida será encaminha da para um local de melhor atendimento caso não seja possível atendê-la na própria escola. Esta foi a informação que obtive da última secretária da educação daqui. Obrigada pela visita em nosso Blog.

        Valdirene Martins - 23 de maio de 2017

        Para complementar, Renata, aconselho que envie um email para a escola onde pretende colocar seu filho e descreva a situação. De antemão já terá uma resposta, assim poderá se organizar melhor.

Veronica Carvalho - 26 de setembro de 2016

Valdirene, muito bom seu blog.
meu filho fará 14 anos em novembro e iremos em abril/2017 para Miami, onde posso procurar de forma oficial o ranking das escolas públicas, pois ja analisei e fiquei confusa pois uma mesma escola tem notas diferentes.
Obrigada
Veronica

CLAUDIO NICOLAU GOMES - 17 de setembro de 2016

Seu blog é excelente e nos auxilia muito, mas ainda tenho duvidas que talvez você poderia nos ajudar. Vamos lá: tenho um casal filhos, 14 e 15 anos,tem boas notas e que falam quase fluente o inglês que aprenderam na escola, videos, filmes e varias idas ao estados unidos. Eu não trabalho e a mãe deles aposenta no inicio de 2018, então, qual a melhor forma e como fazer para que eles possam terminar o ensino fundamental na região florida ( Fort Lauderdale, Doral, Boca etc..) ou mesmo Fort Myers? Seria melhor eu e a mãe irmos com visto F1 e os filhos F2 ou há uma possibilidade dos filhos estudarem em escola pública e adquirir um pequeno imóvel para morarmos durante o tempo necessário para eles, por serem menores.

    Claudemir Martins - 9 de outubro de 2016

    Oi Claudio,

    As escolas aceitam as crianças para estudar independente do status de imigração. As coisas são bem separadas, uma criança não pode ficar aqui sem estudar.
    Quanto aos vistos, cada um permite estar legalmente no país de acordos com as regras específicas, com visto de estudante por exemplo é obrigado cumprir as aulas, como turista pode ficar por 6 meses no máximo e assim por diante
    Ou seja, cada visto te permite ficar no país de acordo com as regras e ir para a escola para as crianças independe disso.

    Mas se tiverem que sair do país porque o visto está expirado, obviamente as crianças devem deixar a escola e voltar com os pais

    Não recomendamos ficar ilegal no paíse, consulte um advogado de imigração para tirar o visto adequado para seu caso

    Abraços
    Claudemir

meire - 29 de junho de 2016

Boa tarde.
Minha pergunta a respeito das escolas, e a questão da alimentação,
minha filha tem 2 anos e é alérgica a proteína ao leite de vaca e aos corantes e conservantes, meu medo é esse, sera que eles tem uma atençao o para essa questões.

    Valdirene Martins - 4 de julho de 2016

    Olá Meire, sua filha estaria na escola particular pelo fato da idade. Seria como no Brasil, você precisa levar um exame médico americano, apresenta na escola e faz todas as recomendações e ainda deixa anotado em todas as partes possíveis para garantir. O mesmo procedimento que teria no Brasil, você vai tomar aqui. Mas que motivo te levou a pensar que sua filha não receberia atenção necessária quanto à esta questão já que a vida dela estaria em risco?

Marise - 12 de maio de 2016

Olá Valdirene, muito legal seu blog! Estou me mudando mês que vem pra Washington DC, sei que esta longe do seu pedaço, mas é uma pergunta com relação a escola. Minha filha tem 8 aanos e vamos chegar lá em junho, gostaria de colocá-la pra ter contato com o inglês antes do início do ano letivo, de agosto, as escolas aí, fazem algum tipo de adaptação com alunos novos estrangeiros? ou uma colônia de férias, não sei, estou meio perdida nesse aspecto.
desde já agradeço sua atenção.

    Valdirene Martins - 17 de maio de 2016

    Olá Marise, não sei bem como funciona por lá, aqui as crianças saem de férias em junho e voltam na metade de agosto e neste meio você pode pagar um summer camp. Não são muito baratos, aqui está custando em média $200.00 por duas semanas no mínimo. E os passeios são a parte. Vai ter que ver na escola onde ela vai estudar, assim ela vai estar familiarizada com o ambiente. Boa sorte.

Bárbara - 3 de maio de 2016

Oi Valdirene!

Estou indo pra Miami agora em julho como faço pra encontrar com vcs?
fico aqui acompanhando o blog e a entrevista da Amanda, a qual deu tranquilidade ao meu filho mais velho de 10 anos.
Se possível entra em contato comigo no meu email.
O que mais me chamou atenção foi que meu nome é Barbara Martins e o do meu esposo é Amando, e a 1 entrevista que assisto foi a da Amanda Martins rsrs!!!!

Maria Clara - 30 de abril de 2016

Olá, queria saber se o uniforme é usado para todas as idades. E um pouco mais sobre o hight school, se vc puder me ajudar. Ouvi falar que nem todas as matérias são obrigatórias, os alunos vão até a sala de aula dos professores e não o contrário (como aconteçe no Brasil), sendo assim, como se divide as salas. Estou um pouco perdida, tenho muito interesse nas escolas americanas e pretendo ir pros EUA em breve (o inglês é um problema, rsrs). Obrigada desde já

    Valdirene Martins - 17 de maio de 2016

    Olá Maria Clara, os uniformes são para todas as idades sim, ainda não tenho experiência sobre isso, mas sei que podem adiantar até 2 anos para entrar mais cedo na faculdade e eles precisam se dedicar muito, pois as notas é que fazem ter mais créditos para entrar em boas faculdades. Não se preocupe, quando se vai para a escola e passa muito tempo em contato com o inglês se aprende mais rápido. Boa sorte

Maria Clara - 30 de abril de 2016

Olá, queria saber se o uniforme é usado para todas as idades. E um pouco mais sobre o hight school, se vc puder me ajudar. Ouvi falar que nem todas as matérias são obrigatórias, os alunos vão até a sala de aula dos professores e não o contrário (como aconteçe no Brasil), sendo assim, como se divide as salas. Estou um pouco perdida, tenho muito interesse nas escolas americanas e pretendo ir pros EUA em breve. Obrigada desde já

    Valdirene Martins - 4 de maio de 2016

    Olá Maria Clara,
    Os Uniformes são para todas as idades, podendo variar de escola para escola. Sobre o Hight school preciso saber quais são sua dúvidas mais específicas. Realmente eles já começam a fazer escolhas desde o sexto ano. e são eles que trocam de sala e pre3cisam ser muito responsáveis. Me dia em que região vai morar. Me escreva em vmartins@bahiainternational.com e conversamos mais. Obrigada pela visita.

      Sebastião F. Carmo - 16 de maio de 2016

      Olá,
      Li algumas postagens sobre as escolas nos EUA e achei bastante interessante e foi-me bem interessante para fazer uma analogia às nossas escolas no Br. Sou diretor de uma escola municipal de Ciclo II e Ciclo III(corresponde do 4º ao 6º e do 7º ao 9º) em Goiânia. Como não é segredo que a educação no Br vive uma crise, onde os índices disputam entre os mais baixos nos indicativos internacionais, estamos em busca de conhecimento e de um caminho onde possamos nos nortear e avançar peço que, se possível, me envie, mesmo aqui, outras sugestões, se por acaso as tenham e também de outros blogs, nos quais possamos obter orientações profícuas. De antemão, obrigado pela atenção.

        Valdirene Martins - 17 de maio de 2016

        Olá Sebastião, fico feliz por sua procupação, pois fui professora por 20 anos, na mesma escola, no Brasil e adorava dar aula lá porque era uma escola particular que visava um ensino diferenciado (http://escoladavinci.com.br/) já por aí vai ver que minha filha conseguiu interagir com mais rapidez porque teve uma ótima base. Mas em relação ao estudo daqui posso dizer que seria interessante averiguar os sites das escola e ver o que eslas oferecem, o que e como elas abordam os assuntos. Esse é um tema bem longo…. não é mesmo? Então veja onde nossa filha já estudou e onde estuda atualmente: (http://drek8.dadeschools.net/ ) e ( http://www.jisk8.com/about-us/ ). Se eu encontrar a professora brasileira que leciona na escola vou pedir a ela se pode dar mais informações. Há também a nova escola que tem o português como lingua opcional: http://www.ddces.org/DownTown/About/about-us Espero ter ajudado.

Irene - 9 de abril de 2016

Olá Valdirene , gostaria de saber se também nesta nova escola onde foi sua filha tem o ESOL .
Parabéns pelo blog !
Irene .

    Valdirene Martins - 9 de abril de 2016

    Oi Irene,

    Obrigado pela visita ao Blog.
    Sim todas as escolas tem o programa para crianças que não falam Inglês.

    Valdirene

Caíque - 29 de fevereiro de 2016

Olá Valdirene,

A alguns meses atrás eu ouvi dizer que existia um tipo de ESOL ou ESL (não sei ao certo) para imigrantes com +18 anos, para que esses imigrantes fossem integrados na língua do país USA. Você tem alguma informação sobre isso? Pois irei morar com minha tia em boston em janeiro de 2017, e a princípio eu não teria condições de pagar um escola assim que chegasse, pois convertendo do real para o dolar nós sabemos a tristeza. Obrigado pela atenção!

rayane - 21 de janeiro de 2016

Oie estou amando tudo que escreve.
Estou querendo ir prós eua com visto de turista. Eu consigo com esse visto matricular meu filho de 4 anos numa escola pública? Qual horário de aula pra essa idade? segunda a sexta? Pode me indicar casas pra alugar?

    Claudemir Martins - 23 de janeiro de 2016

    Olá Rayane,

    Obrigado pela visita ao blog.
    Para matricular uma criança na escola é necessário um comprovante de endereço, carteira de vacinação da criança traduzida para o Inglês e pagar pelas outras vacinas aqui. se cumprir isso poderá matriculá-lo.
    As aulas são das 8:30 AM as 3:00 PM. Para encontrar casas e apartamentos para alugar visite o outro Blog da Valdirene: http://valdirenemartins.com

    Abraços
    Claudemir

rayane - 21 de janeiro de 2016

Olá tudo bem? Li sobre seus posts amei
quanta informação bacana
estamos querendo ir prós eua pra morar mas estou com receio por causa dos meus filhos. Tenho medo deles não adaptarem vc acha possível ? São três meninos com idades de 4 anos , 2 anos , 2 meses. Vc acha que eles iram aprender fácil o idioma? Vc tem alguma informação de pompana bach? Estamos querendo ir pra lá.

    Claudemir Martins - 23 de janeiro de 2016

    Olá Rayane,

    Vejo que está mesmmo interessada, é a segunda pergunta aqui no Blog 😉
    Crianças aprendem rápido o idioma conforme explicamos em outros artigos no Blog, nossa filha aprendeu em 6 meses e após dois anos está fluente, você pode ver a entrevista dela no nosso canal do YouTube:
    https://www.youtube.com/watch?v=xxois_tWRGA

    Pompano Beach e uma cidade que está a mais ou menos a 1 hora de Miami (sem trânsito), se for trabalhar em Miami terá que viajar um pouco todos os dias.

    Abraço
    Claudemir

JosyK - 2 de dezembro de 2015

olá Val,

seu blog tem me ajudado muito!
Meu marido vai ser transferido para o Sul dos USA e podemos escolher qualquer lugar para morar. Como também pretendo trabalhar, quero morar perto de Miami e Doral parece ser uma boa escolha.
Gostei da sugestão de escola. Minha filha tem 7 anos e iremos em Março do ano que vem. neste caso, ela nem começaria o segundo ano em 2016 aqui no Brasil… sabes como ficaria?? ela entraria no final do primeiro ano? ou no inicio do 2k?
Minha filhota fala um inglês muito básico… como é o apoio da escola? as crianças já vão para a classe sem entender nada??
obrigada por sua ajuda!!!
ah! preciso de um contato de corretor, vc me ajuda??

obrigada!

    Valdirene Martins - 4 de dezembro de 2015

    Olá Josy, Mais uma vez obrigada. Digo mais uma vez porque já enviei um email privado para você.
    Nossa filha não falava nada em inglês e agora nem tem sotaque. Sua filha será bem assistida. Pode ficar tranquila. Nosso blog tem muita informação.
    Conversaremos mais por email. Grande abraço.

      Kely - 24 de fevereiro de 2016

      Olá Valdirene
      Incrível seu blog. Parabéns!
      Por favor meu sobrinho vem em julho passar um mês comigo, e estamos procurando algum curso ou algum programa extra curricular para que ele possa aperfeiçoar o inglês. Poderia sugerir alguma escola que ele possa ficar nesse período. Ele tem 10anos. Li que sugeriu a Monica para que a filha dela fosse para Ronald Regan, seria aconselhável tbm? Tem alguma opção no meu caso. Agradeço imensamente

        Valdirene Martins - 28 de fevereiro de 2016

        Olá Kely, Acredito que se procurar o http://inlingua-if.com/locations/doral ele possa aproveitar o mês fazendo um curso. ou mesmo em uma day care específico de arte ou outra coisa para que possa interagir, pois criança aprende melhor assim. Há muitos day-care por isso teria que procurar um que agrade a ele.
        Espero ter ajudado um pouquinho.
        Obrigada pelo comentário tão gentil.

val - 13 de novembro de 2015

Oi Valdirene, amei seu blog. Estou indo pra San Francisco no final de janeiro e como tenho uma filha de 15 anos, claro minha preocupação é a escola. Como vou chegar em janeiro, ela deve começar a estudar em fevereiro, isso tem problema? Posso matricular ela nessa época do ano? Outra coisa que está me preocupando muito, é que justo esse ano ela trocou de escola, foi pra uma super dificil e acho que não vai passar de ano, como fica isso? A grade aí é muito diferente, vai ser por idade ou pelo ano dela aqui no Brasil? Se puder me ajudar, bjsss

Mônica - 26 de outubro de 2015

Oi Valdirene, boa noite.
Minha filha vai passar 1 mês em Doral agora em Fevereiro/2016. Você poderia me informar escolas públicas que fornecem cursos de Inglês como segunda lingua para estrangeiros ?

    Valdirene Martins - 26 de outubro de 2015

    Olá Mônica,
    Ela pode ir na Escola Ronald Reagan (Endereço: 8600 NW 107th Ave, Doral, FL 33178
    Telefone:(305) 805-1900) Ela vai pagar uma taxa entre $ 120,00 que vale por 3 meses e mais os livros. Tem que fazer uma avaliação. Mas não sei se poderá entrar no meio de um curso em andamento. Por favor ligue para se informar melhor e tirar as dúvidas. Obrigada pela visita.

Mônica - 26 de outubro de 2015

Oi Valdirene, boa noite.
Minha filha vai passar 1 mês em Doral agora em Fevereiro/2016. Você poderia me informar escolas públicas que fornecem cursos de Inglês como segunda lingua para estrangeiros ?
Um grande abraço

Ana paula - 23 de outubro de 2015

Valdirene , boa tarde.
Tenho uma filha de 3 anos e estou pensando em morar em Miami com meu noivo , que recebeu uma proposta de trabalho legalmente. Como não somos casados, e minha filha é de outro relacionamento,queria saber se eu indo com viso de estudante(apesar de já termos visto de turista),minha filha poderá estudar também em escola pública ou somente particular ? Se formos com visto de turista e após os 6 meses que posso ficar nos Eua legalmente eu renovar meu visto e da minha filha,mas como estudante, é possível ?
O mais fácil Seria me casar com meu noivo,mas teria que casar primeiramente no Brasil ou somente nos eua?
Estamos querendo ficar em Miami beach Sul ou norte , conhece alguma pre escola ?
Obrigada

    Valdirene Martins - 26 de outubro de 2015

    Olá Ana Paula, ë melhor você procurar um advogado de imigração para te orientar melhor. Essas coisas são bem delicadas. Mas de qualquer forma para ter o visto de acompanhante dele com certeza tem que estar casada. E em qualquer comunidade onde você for morar sempre terá uma escola, mas para isso tem que ter um endereço para saber qual é que atende. Para a idade dela tem que ser uma escola particular.
    Obrigada pela visita.

Anderson - 26 de setembro de 2015

Oi valdirene.
Estou quereno recomeçar minha vida ai, tenho empresa de elétrica, pretendo abrir uma ai tbm. Sabe me informar preco de um quarto.

    Valdirene Martins - 31 de outubro de 2015

    Anderson, Obrigada por visitar nosso Blog. Primeiramente poderia te ajudar sim com a sua casa. Mas quanto à trabalhar, você teria que estar legalmente no pais, veja essa matéria http://tudosobremiami.com/legalidade-nos-estados-unidos/
    Caso consiga uma maneira de vir para cá, me contacte.

Andre luis - 11 de setembro de 2015

Bom dia Valdirene Parabens pelo blog muito esclarecedor.
gostaria de saber se e muito dificil trabalhar como cabeleireiro ai pois tenho vontade de mudar para ai mas tenho medo de nao conseguir arrumar trabalho na minha area ai se puder me ajudar com algum cotato de saloes de beleza ai agraço. Abrçs fico no aguardo.

    Valdirene Martins - 11 de setembro de 2015

    Olá André,
    Fico muito feliz por visitar nosso Blog. Infelizmente o processo não é apenas pegar um avião e descer aqui e já poder ficar ou trabalhar. Leia esta matéria http://tudosobremiami.com/como-tirar-visto-de-trabalho-americano/ e se quiser um contato de profissionais que podem te ajudar a traçar um plano para atingir seu objetivo é só me falar.
    Obrigada e volte sempre.

Allan Popak - 20 de agosto de 2015

Oi Valdirene parabéns pelo Blog, muito esclarecedor
Irei com minha esposa e filhos (3 e 6 anos) em janeiro de 2016. Minha preocupação maior é em relação aos estudos dos meninos. Tenho receio do tratamento que vão receber por parte das outras crianças. Meu medo deve-se claro aos filmes que vejo. Gostaria de saber como é isso nas escolas, há esse bullying, essa divisão de populares, nerds, etc? Obviamente q uma criança estrangeira ficará mais acanhada em especial por não falar ingles
Abs

    Valdirene Martins - 25 de agosto de 2015

    Olá Allan, me desculpe pela demora. Fizemos uma viagem. Bem, primeiramente obrigada por visitar o Blog. Em relação à sua preocupação minha filha falou que queria escrever um email para você e disse que era para eu avisar que ela escreveria contando sobre a escola, imagina!!! Ela chegou aqui sem saber nada e agora conta nos dedos os dias quando está de férias para poder voltar. Onde moramos é tão trabalhado isso de respeito, principalmente porque a grande maioria é de outro país e além de respeito, necessitam de um apoio extra que é super bom, bem dado e totalmente estruturado. Não sei para onde está indo. Vou enviar um email privado para que possamos conversar mais. Novamente agradeço sua visita. Abraços.

      Allan Popak - 25 de agosto de 2015

      Olá imagine, agradeço o retorno e aguardo o email de sua filha, rsrsrs (que legal!!!!)
      Vamos para Weston
      Abs

        Valdirene Martins - 25 de agosto de 2015

        Ok, então nos falamos via email 🙂

Claudete - 20 de agosto de 2015

Ola Valdirene!!!Parabéns pelo Blog. Vou visitar Miami no inicio de 2016, Fort Landedale é onde ficarei por 5 dias, eu e meu marido mais um casal de amigos. A principio iriamos a passeio, mas estamos amadurecendo a ideia de ir residir ai. Estamos pensando em abrir uma franquia ou algum negocio proprio e gostariamos de saber o que é preciso e se voce pode nos ajudar nas orientações.
Fico no aguardo e te passarei mais detalhes!!! Grata.

    Valdirene Martins - 25 de agosto de 2015

    Olá Claudete, que seu passeio seja maravilhoso. Posso te indicar profissionais sim. Vou enviar um email privado. Agradeço sua visita e estaremos em contato. Abraços.

Cida Issa - 4 de agosto de 2015

Parabéns pelo blog. Adorei a forma simples e objetiva de como vc passa as informações.
Estou mudando para Doral em janeiro. Já tenho casa comprada. Vc poderia me dar mais informações sobre a Doral Academy? Já fiz as inscrições dos meus filhos (12 e 14 anos) nessa escola, mas não obtive nenhuma resposta. Acredita que seja muito difícil de serem aceitos? Vou morar no condomínio Modern Doral. Pelo nosso endereço, quais são as escolas publicas , charters também, que eles poderão frequentar?

    Valdirene Martins - 4 de agosto de 2015

    Primeiramente obrigada pela visita e por seu comentário tão gentil.
    Doral Academic é bem conceituada, mas não posso dizer que serão aceitos ou não. O que sei é que há uma aplicação e eles aceitam alunos conceituados para formar o grupo de estudantes. Isso vai depender de tudo o que você escreveu na aplicação e o que eles aceitam ou não. Vou torcer por você!
    Mas as outras escolas em Doral são todas muito boas. O que vai estar mais perto de você para essa idade é Ronald W. Reagan/Doral High School (Endereço: 8600 NW 107th Ave, Doral, FL 33178 Telefone:(305) 805-1900). Ou se for particular tem Divine Savior Endereço: 10311 NW 58th St, Doral, FL 33178 Telefone:(305) 597-4545

    Espero ter ajudado e para que saiba também poderá contar comigo caso queira alguma coisa de investimentos em propriedades.

      Cida Issa - 5 de agosto de 2015

      Muito obrigada por sua resposta. Vc é muito atenciosa. Espero conhece-la pessoalmente quando nos mudarmos.

Renata - 14 de julho de 2015

Olá Valdirene. Muito bom seu blog! Parabéns!

Vou me mudar para Miami em janeiro de 2016 com meu marido e duas filhas, uma de 5 e outra de 8 anos.

Minha maior preocupação é escolher um local com boas escolas, mas tenho lido coisas muito ruins sobre o sistema de ensino público, especialmente na Flórida. Muitos brasileiros e até muitos americanos reclamando da carga extremamente pesada das escolas, muitas vezes sem direito até ao recreio. O motivo de tanta pressão seria manter as notas altas das escolas, nos testes padrão, já que o salário dos professores e boa parte da verba repassada pelo governo estaria vinculada à essa nota. Nesse sentido, as crianças estariam sendo tratadas como robôs e sofrendo bulling.

Estou considerando fortemente morarmos em Doral e gostaria de saber sua opinião sobre as escolas públicas daí. Existe mesmo essa pressão toda nas escolas por aí? Você indica alguma em especial para a idade das minhas filhas?

Soube que esse ano abriu uma nova escola que tem programa bilíngue inglês-português: Downtown Doral Charter Elementary School. https://www.facebook.com/downtowndoralcharterelementary.

Você tem alguma informação sobre essa escola?

Muito obrigada!

    Valdirene Martins - 15 de julho de 2015

    Olá Renata,
    Primeiramente, obrigada pela visita e elogio.
    Quando temos filhos a maior preocupação é com eles realmente. Foi a minha, pode acreditar.
    O que vejo é que os alunos que chegam dos outros países geralmente trazem consigo os costumes de seus países e aqui muitas coisas não são toleradas.
    A quantidade de horas na escola é maior sim, mas dentro destes 2 anos que minha filha está dentro do sistema público em duas escola diferentes nunca demonstrou tristeza por ir à escola. Sempre estava animada e é lógico que houve dias de preguiça com vontade de ficar na cama, mas não porque não quisesse ir à aula rsrs. Não sei se sabe, mas fui professora no Brasil por 20 anos e pode acreditar, estou espantada com a maneira com minha filha aprende as coisas aqui. Este ano nossa filha passou para a sala regular (que um americano vai) e enquanto estava com os alunos que chegavam de outros países me contava que as coisas que eles faziam eram desrespeitosas, sem compromisso e desafiadoras, por isso sofriam advertências, idas à diretoria e considero isso totalmente normal, pois a disciplina faz com que o trabalho do professor seja mediar os conhecimentos e não ter que ficar lidando com mal comportamento à todo momento. Na escola da nossa filha isso foi tratado com muito bom senso, havia uma senhora que coordenava esse tipo de situação. E não tivemos nenhum tipo de problema com a Amanda.
    Quanto à nova escola, ela está sendo construida sim e vai ter mesmo o programa bilíngue.
    Vou te falar uma coisa, quando pesquisamos a escola John I. Smith antes de vir, não encontramos nada de bom, porém quando voltou do primeiro dia de aula estava maravilhada e continua assim mesmo depois de um ano. Acredito muito no ditado: o aluno faz a escola. Particularmente a única coisa que é quase unânime entre os pais da sala dela é que a cafeteria não é boa (servem comida aos alunos) e quase todos levam lancheira. Mas isso ocorre porque a comida é diferente da que estão acostumados e criança é difícil querer comer o que não conhece. Mas a cafeteria é usada pela grande maioria dos alunos. Fora isso não posso reclamar de nada. E nem mesmo disso, pois minha filha não gosta de experimentar nada de diferente 🙂
    Eu ficarei muito feliz em te ajudar se quiser mais informações e também posso te ajudar com a casa se quiser e ainda não tiver ninguém para te ajudar com isso. Abraços

Keli - 21 de junho de 2015

Oi Valdirene, por favor poderia me ajudar com algumas duvidas 1) que horas sao as classes de escolas publicas para criancas de 5 anos 2) no caso dos pais trabalharem fora sabe de algum lugar em que as criancas possam ficar enquanto os pais nao chegam em casa 3) ha algum tipo de day care pra ficarem depois do horario da escola ?
Obrigada
Keli

    Valdirene Martins - 22 de junho de 2015

    Olá Keli
    O horário geralmente é das 8:00 am às 14:00 pm podendo variar de estado para estado. As escolas oferecem desde o horário anterior até o posterior para os alunos. Os valores que cobram são variáveis e de acordo com o que é proporcionado. Além das escolhas feitas por você, em relação às coisas que você quer que seu filho faça. Por exemplo: Karate, ginástica olímpica, artes, etc.
    Ele poderá ficar na escola mesmo durante o seu período de trabalho.
    Até mais!

      Keli - 23 de junho de 2015

      Obrigada pela sua resposta, as criancas podem ficar na escola depois do horario mesmo nas publicas ou isso se aplica so para as particulares ? Seus comentarios sao muito legais e ajuda bastante para nos que vamos mudar de pais … Obrigada

        Valdirene Martins - 24 de junho de 2015

        Olá Keli

        É sempre muito bom ajudar!
        É na escola mesmo, assim você se sente mais segura também e não precisa ficar transportando seu filho de um lado para outro. Isso tem um custo extra é claro, mas vale a pena para quem trabalha, pois é complicado deixar as crianças com quem não se conhece, além do que na escola sempre vão estar interagindo e aprendendo mais, inclusive o idioma. E caso necessite ajuda com casa para morar também posso ajudar!!

        Até mais e qualquer coisa nos escreva.
        Obrigada pela visita e fique com a gente.

          Keli - 24 de junho de 2015

          Obrigada , ainda nao sei aonde vamos morar, porem estamos pensando em Doral, pinecrest ou Kendall, vc tem alguma dica de lugaress e escolas nesses que comentei ? Obrigada

          Valdirene Martins - 25 de junho de 2015

          Olá Keli.

          Doral é minha paixão rsrs. Mas é que viemos para cá e nos demos muito bem aqui. Mas não posso opinar sobre os outros lugares, pois acredito que tudo tem prós e contras e quando chegamos em algum lugar novo procuramos nos adaptar, não é mesmo? De qualquer forma vai adorar, pois a realidade americana é bem diferente. Me diz a data que você vem e se já possui alguém para te ajudar, minha licença logo sai e poderei te ajudar pessoalmente, caso queira. Mas mesmo assim, vou providenciar uma pesquisa sobre esses lugares, ok? Aguardo seu contado pelo email: valdirene.martins2007@gmail.com

          Valdirene Martins - 9 de julho de 2015

          Bom dia Keli,

          Primeiramente gostaria de agradecer sua visita em nosso Blog. Tentei entrar em contato particular, mas as mensagens voltaram…

          Quanto à sua questão de dúvida sobre as cidades realmente é difícil responder, pois cada uma tem as suas características e vai depender de como você é, vai gostar mais de uma ou de outra.

          Bem, Doral tem 12 anos de idade, ela está em um ponto que considero fantástico, está mais ou menos 30 ou 40 minutos de tudo (aeroporto, praia, grande centro de Miami), além de termos os dois famosos shoppings a 10 minutos de nossa casa Interrnatinal e Dolphin). A cidade está passando por construções por causa do desenvolvimento e já foi considerada a segunda melhor cidade da flórida, é claro que por causa das construções isso mudou um pouco, mas logo voltará ao normal.

          Particularmente, não posso dar referências sobre as outras cidades de forma tão incisiva, porque não conheço a vida cotidiana delas, mas posso garantir que pelo que conheço você vai gostar do ar americano que está em todas elas.

          O que eu sugiro é que você passeio nesses linkes que vou te dar e veja se você se familiariza com alguma delas:

          http://www.cityofdoral.com/ (DORAL)
          http://www.pinecrest-fl.gov/ (PINECREST)
          https://pt.wikipedia.org/wiki/Kendall_(Fl%C3%B3rida) de Kendall não achei um portal específico.

          Você quer de alugar ou comprar uma propriedade?

          Me deixe saber como posso ser útil, pois também posso te ajudar com as propriedades, caso queira.

          Obrigada,

          Valdirene Martins - 16 de julho de 2015

          Olá Keli,
          Gostaria de entrar em contato com você em seu email privado, você me permite? Me envie um email caso tenha interesse. Obrigada. Até mais.

Elisangela Evaristo Vieira - 24 de abril de 2015

Valdirene esta Escola John I. Smith K-8 Center, é Pública ou Particular?Pois encontrei uma casa próxima a escola, meu esposo esta com proposta de trabalho em Miami, e estou olhando casas e tive a oportunidade de ler seus comentários.Não sei nada de Inglês e nem minha filha que tem 07 anos.Por isso estou pesquisando sobre as escolas publicas.

    Valdirene Martins - 24 de abril de 2015

    Olá Elisangela,

    A escola é pública sim, e você não precisa se preocupar tanto com a parte do idioma aqui em Doral, a grande maioria fala espanhol. O começo é sempre uma adaptação!!! Sua filha vai ser muito bem acolhida na escola, ela terá as aulas em inglês, mas os professores sempre repentem em espanhol, pois há muitos alunos novos chegando sempre e que necessitam passar pelo processo de adaptação. Já expliquei em várias matérias do bolg como funciona…De uma maneira ou outra o inglês vai fazer parte da sua vida, mas não precisa se desesperar, pois eu mesma estou aprendendo e para falar sinceramente ainda não consigo soltar o inglês…mas minha filha ficou totalmente fluente em 1 ano e meio. Meu marido já veio com o inglês e espanhol fluentes. Fique tranquila, se achou uma casa aqui como falou, é o lugar certo 🙂 Use uma das corretoras que indicamos no Blog, você vai adorar qualquer uma das duas, elas são super dedicadas e atenciosas, além do que serão mais que isso pode ter certeza!! Grande abraço e qualquer dúvida entre em contato.
    Aproveitando, convido você para dar uma olhada nisso: http://ferasdoingles.com/ além de estar com um preço maravilhoso você vai ter a oportunidade de começar a aprender. É com isso que estou me desenvolvendo mais nessa parte. Você vai precisar para poder ajudar sua filha nas lições. Aproveite

Fabiana - 26 de fevereiro de 2015

Olá!

Como funciona a divisão das escolas? Vi que possue a Elementary, a Middle, a K-8 e o High School. Minha dúvida é a diferença entre o K-8 e a Middle.
Minha filha terá 11 anos e meu filho 15 em 2016. Aqui no Brasil estarão no 6o ano (antiga 5a série) e no 1o ano do ensino médio. Devo ir em agosto/2016.
Você conhece as escolas de South Miami/Coral Gables/Pinecrest?
As escolas com ranking 5 ou 6 são escolas ruins? Ou devo procurar escolas, e moradia, em escolas com ranking 9 ou 10?

Obrigada!

    Valdirene Martins - 26 de fevereiro de 2015

    Olá.
    Não conheço outras escolas. Mas elas possuem praticamente os mesmos procedimentos, pois seguem as mesmas regras.
    Quanto ao ranking é lógico que quanto maior melhor, mas como reportei na matéria: http://tudosobremiami.com/diferencas-entre-escolas-brasileiras-e-escolas-americanas/ seus filhos entrarão na sala regular e apenas com as notas boas e elevação do Esol(que é indice de graduação para quem não tem a língua inglesa como língua nativa) depois de um ano talvez sejam indicados para elevação de nível de sala.
    Acredito que você deva pegar as escolas de seu interesse e o lugar onde quer ficar e fazer uma comparação, pois há diferenças entre cidades sim e pode dar diferença no estudo também, pois como há diferenças sociais e culturais aqui também, é lógico que isso também influência na qualidade da educação, por isso as diferenças dos rankings. A escola da minha filha está em 8 no ranking de 10. Aconselho você entrar nesse link e dar uma olhada http://www.education.com/schoolfinder/us/florida/district/dade-school-district/ você pode ver mais coisas além dos rankings de algumas escolas.
    K-8 escolas, escolas elementar-média, ou K-8 centros são escolas nos Estados Unidos que se matriculam alunos do jardim de infância / pré-K (5 anos) até de 8ª série (até 14 anos), que combina a escola elementar típica (K-5) e júnior (6-7-8). Mas os de 6, 7 e 8, geralmente ficam em outro prédio, para não se misturarem com os menores. O High School vem depois e é em outra escola.
    Espero ter respondido de forma à esclarecer melhor suas dúvidas.
    Abraços.

      Fabiana - 26 de fevereiro de 2015

      Obrigada pela pronta resposta!! Vou acessar os links! E espero em breve estar por aí também.
      Abraço!

        Valdirene Martins - 26 de fevereiro de 2015

        Se puder ajudar em algo mais é só escrever.
        Abraços à todos.
        Até mais.

Carlos Rafael de Lara Resende - 17 de dezembro de 2014

Olá Valdirene!

Bom, vamos lá. Surgiu mais uma dúvida. Como vamos para passar apenas um ano, pelo menos em princípio, pretendemos que o Luís participe de um ano letivo inteiro aí, ou seja, começaria os estudos em Miami em agosto. Contudo, ele terminou agora a 7ª série, ele fez 13 anos em outubro, e deve começar a 8ª série agora em fevereiro aqui, e quando chegar aí iniciará a 8ª séria ou já começará na 9ª? Uma questão importante porque quando ele terminar os estudos aí em 2016 retornará ao Brasil no meio do ano letivo do 9ª série que ele estaria cursando normalmente aqui. Entende? Fiquei com esse pensamento.

Obrigado por todas as informações que tem prestado. Quero que saiba que seu blog tem sido um grande incentivo para nós.

Abraços,
Carlos Rafael

    Valdirene Martins - 17 de dezembro de 2014

    Olá. Agradeço por seus comentários e seu elogio.
    O que aconteceu com minha filha foi exatamente o que acontecerá com seu filho, vai perder os meses que estudou no Brasil, pois terá que estar estudando durante o começo do ano. Você vai tomar as providências de “trasferência” vá até a escola com antecedência e informe o que vai acontecer. Na verdade eles não sabem como fazer isso e ligam para a secretaria da Educação para serem orientados. Então, quando chegar aqui com toda documentação, eles vão perguntar a idade dele e que série ele estava cursando e vai continuar na mesma. O Que vai acontecer no Brasil eu não sei… mas acredito que ele vá chegar no final do ano letivo e não sei como ficaria.
    A amiga da minha filha chegou em janeiro e já tinha terminado o quarto ano, mas teve que continuar nessa série e não foi para o quinto, pois eles estavam no meio, compreende?
    Seu filho perde quando chega e quando sai, mas a exeperiência é de anos luz …o que ele vai conseguir aprender em um ano de inglês (e espanhol se vier para Miami) vai ser mais que passar 8 anos nas escolinhas de inglês do Brasil. Pode ter certeza!
    Porém, a perda é inevitável, pois os anos escolares são bem diferentes. Talvez com um teste no Brasil ele possa voltar e apenas terminar o nono ano, mas não posso garantir. Seria legal você ver isso na própria escola que ele estuda hoje, se com um teste ele poderia voltar sem problemas para o final do nono ano.
    Se conseguir a informação do teste, por favor repasse para nós podermos ajudar mais pessoas.

      Carlos Rafael de Lara Resende - 31 de dezembro de 2014

      Cara Valdirene, como anda a vida? Espero que estejam bem.

      Sobre a questão da escola do meu filho. Como disse meu filho acabou de cursar o sétimo ano e nossa dúvida era a respeito do ano letivo que ele perderá no Brasil, e de como isso seria tratado pela sua escola aqui. Bom, ele estuda em uma conceituada escola particular de Brasília, e ao procurarmos a direção da escola avisando que ele viajará em junho de 2015 e só retornará em julho de 2016, a escola nos informou que ele precisará fazer alguns trabalhos escolares para recuperar o segundo semestre perdido do oitavo ano e o primeiro semestre perdido do nono ano. Trabalhos que serão ministrados para ele fazer em casa apenas com a ideia de pegar o que foi ministrado aqui nos dois semestres que ele estará fora. Apenas isso. Não haverá necessidade de provas, apenas os trabalhos. Estamos empolgados com a ideia e agora é procurar o melhor local para ficar associado à escola, como você nos orientou. No mais, desejamos a vocês um feliz Ano Novo cheio de saúde, paz, sucesso e muita alegria. Que Deus os ilumine e que consigam realizar seus sonhos.
      Grande abraço.

Carlos Rafael de Lara Resende - 17 de dezembro de 2014

Outra coisa que me preocupa é a questão do seguro saúde, não sei bem ao certo o que fazer com isso ainda. Vi que tem um site http://medhelpflorida.com/brazilian_plan/precos/ com alguns planos, mas não sei se seria interessante visto que não cobrem internação. Tenho receio de precisar de algo nesse um ano e não ter uma boa assistência. Se lá, acidentes acontecem. Como vocês fizeram nessa questão?

    Valdirene Martins - 17 de dezembro de 2014

    Nós temos um plano pago pela empresa (Nippon-etna). Mas a saúde aqui não é igual ao Brasil. Então se precisamos, também pagamos uma parte. Um valor mais baixo. Varia entre os especialistas. O nosso plano é dentário também e não precisei pagar nada por uma consulta e limpeza com uma pequena restauração (pequena de verdade, sem anestesia).
    A Claudia que te passou esse site? Ela comentou que havia um plano para brasileiros, mas ainda eu não pesquisei.
    Mas você precisa sim ter um plano, pois uma amiga foi internada e saiu com $ 7,000.00 de conta. Uma ambulância aqui fica $ 1,000.00. Então é melhor se previnir sim.

Carlos Rafael de Lara Resende - 16 de dezembro de 2014

Não sabemos ao certo ainda. A corretora que você indicou aqui no seu blog, a Claudia Georgiopoulos, nos recomendou ficarmos em Fort Lauderdale por causa do nosso filho, o Luís Eduardo. Contudo me parece que os alugueis são mais caros lá. Bom, ela focou de nos enviar ainda os valores para avaliarmos. Gostei tanto das suas escolhas em Miami, só que temos uma diferença, nós não estaremos vinculados a um endereço de trabalho, visto que estaremos estudando.

    Valdirene Martins - 17 de dezembro de 2014

    Olá. O endereço não é necessário ser vinculado com trabalho. E sim com o lugar onde você mora. No caso não dá para morar em um lugar e querer estudar em outro. entende? Eu avaliei muito antes de vir, havia um amigo de trabalho do meu marido que queria que fossemos morar lá e outro dizia para irmos para Mira Mar. Bem, os meus motivos são bem específicos, queriamos ficar em um lugar tranquilo, perto do trabalho do meu marido e essa região foi indicada por todos os corretores que conversamos (Não sabiamos que não adiantava procurar mais que um…KKK) Para estudos, ouvimos falar que em Weston (de onde é a Claudia) seria um dos melhores locais. Bem, Fort Lauderdale já se ouve mais as pessoas falarem Inglês e isso é melhor para quem vem para estudar por um pequeno espaço de tempo.
    Quanto à preços eu não tenho uma base agora, mas a Claudia pode te ajudar com isso. Você já está recebendo automaticamente as casas novas que entram no sistema? Peça para ela te incluir em outros lugares também… veja onde e o que vão estudar. Terá que planificar bem.
    Boa sorte e me diga o que mais precisa.

      Carlos Rafael de Lara Resende - 17 de dezembro de 2014

      Fico preocupado com a adaptação do Luís Eduardo, em me viro, não me preocupo tanto com o meu curso. Ficaremos um ano, é tempo de sobra para se aprender inglês. Como disse, gostei das escolhas que fizeram, talvez para o Luís que ainda não domina bem o inglês seja melhor a escola pública em Miami, ou você acha que não fará diferença para Fort Lauderdale?

        Valdirene Martins - 17 de dezembro de 2014

        Acredito que como é apenas um ano seja melhor mergulhar de cabeça onde vocês precisem do inglês a todo momento. Pode ficar tranquilo que Fort Landedale fica apenas a 40 minutos de Miami, nada que vocês não possam passear nos finais de semana e até podemos combinar de nos conhecer pessoalmente e você me fornecer uma entrevista de como está sua vida aqui kkk. Se ficar em Miami não vai usar o inglês e acredite, a cabeça precisa ser bem trabalhada para poder aprender. Contacte a corretora e peça um local onde as pessoas falem mais inglês.

Carlos Rafael de Lara Resende - 15 de dezembro de 2014

Cara Valdirene,

Obrigado pelas respostas, contudo, ainda permaneci com uma dúvida que não consegui sanar nem lendo outros sites. É o seguinte, iremos eu e minha esposa com o visto F1, e meu filho de 13 anos com visto F2 para estudarmos. Pretendemos passar um ano, e me disseram que teríamos que pagar a escola pública do meu filho por sermos estrangeiros. Isso procede? E se sim, tem uma média desses valores em Miami?

Obrigado,
Carlos Rafael

    Valdirene Martins - 15 de dezembro de 2014

    Não sei quem te informou e de onde se referiu, mas o que acontece aqui é você ter que pagar $ 16.00 dólares para o seguro saúde caso seu filho faça algum tipo de esporte.
    Existem sim escolas particulares e semi particulares, mas pela análise que fiz não sei se vale à pena, pois seu filho teria que dominar muito bem o inglês e saber bem o que eles já estudam para poder fazer o valer o valor pago. Além do que, ainda não vi nada de diferente nessas escolas. A escola que provavelmente você estude vai te cobrar uma taxa e não é porque você é extrangeiro, mas vai ser uns 20% a mais se não for residente mais de um ano. Eu paguei $120.00 no meu cuso que durava 3 meses. Então vai variar, mas onde minha filha estudou, as duas escolas foram totalmente gratuitas.
    Você tem a noção de onde vai ficar?

      Carlos Rafael de Lara Resende - 17 de dezembro de 2014

      Qual foi esse curso que você fez Valdirene? Possui o contato ou o endereço?

        Valdirene Martins - 17 de dezembro de 2014

        O meu curso foi para quem não sabe o inglês, ele dura 3 meses cada etapa, custou $ 120,00 pelos 3 meses e mais $ 30,00 do livro. Mas não cheguei a completar a etapa, pois viagei para o Brasil na época de provas. Eu entrei no antepenúltino estágio pelo teste que fiz, mas falar eu ainda não sei. Agora estudo em casa para aprender e mais para frente enfrentar uma faculdade.

Carlos Rafael de Lara Resende - 13 de dezembro de 2014

Outra dúvida seria sobre o período de férias escolares que você postou. São de 6 de junho à 17 de agosto? É isso mesmo? Ou é 6 de julho à 17 de agosto?

    Valdirene Martins - 15 de dezembro de 2014

    São realmente 2 meses e meio de férias sim, de 6 de junho à 19 de agosto. Vou escanear um calendário e colocar para você ver.

Carlos Rafael de Lara Resende - 13 de dezembro de 2014

Outra dúvida que tenho é sobre a vacina que comentou, a varicela, meu filho tomará a primeira dose aqui, ou serão as duas aí? E o exame PPD, o que é exatamente e também terá que ser feito aí? Essa vacina e esse exame terão que ser feitos antes de fazer a matrícula? Nós precisaremos fazê-los também visto que iremos estudar inglês ou é só para o nosso filho que irá para a escola pública?

Obrigado,
Carlos Rafael

    Valdirene Martins - 15 de dezembro de 2014

    Quanto à vacina eles avaliam conforme o que seu filho já tomou. Então se ele já tomou no Brasil é só apresentar o comprovante. No caso eu paguei a tradução da carteira de vacina na própria clinica e constataram que faltava a vacina de varicela. Essa vacina é obrigatória, mas apenas para as crianças, não pedem para os adultos. O exame é feito por um médico para uma avalição geral para saber se a criança está bem fisicamente e pode participar das atividades escolares regularmente. Se seu filho tem alguma doença é necessário que você explique claramente e com a avaliação médica ele pode ser dispensado de alguma coisa que não possa fazer. Entende? É um exame médico avaliando as condições físicas de saúde de seu filho. Pode ficar tranquilo, ele vai para a escola normalmente, as doses da minha filha foram com intervalo de 2 meses, porém a escola e a clínica ficaram atentos e mandando recados para levá-la na época correta. Ela ficou doente e teve que esperar mais 15 dias, porém tivemos que passar pelo médico, pegar o atestado, enviar para a escola com explicações e na véspera de Natal ela tomou a vacina. Mas não teve que se ausentar da escola e pelo contrário, se a criança falta 1 dia se quer eles já ligam e querem saber o que aconteceu.

Carlos Rafael de Lara Resende - 13 de dezembro de 2014

Cara Valdirene,

Qual seria a melhor época para nosso filho de 13 anos começar a estudar em Miami? Pergunto porque há duas possibilidades, queríamos ir ao fim do mês de março para ele já começar a estudar em abril, entretanto se isso não for possível, poderíamos ir em outra data. Nós iremos como visto de estudante. Já estivemos nos EUA quatro vezes, porém, sempre à passeio, esse será a primeira vez que iremos para estudar.

Obrigado,
Carlos Rafael

    Valdirene Martins - 15 de dezembro de 2014

    Em qualquer época que você vier ele tem que ir direto para a escola, não importa que seja no fim do ano letivo daqui. É lei a criança estar na escola se você está aqui, compreende?
    O início das aulas é 19 de agosto e terminam em 4 de junho (data de 2014). Em 2015 não temos a data ainda, mas pode ser que seja dia 17 de agosto o início.
    O melhor seria que ele iniciasse com a turma, mas se não é possível é necessário que você tenha uma conversa com ele a respeito do que ele vai enfrentar, porque as coisas aqui mudam bastante. Principalmente em termos de comportamento. A lista é bem longa e não é fácil, mas para eles que ficam quase o dia todo na escola as coisas fluem melhor e mais rápido. Ele vai se deparar com muitas coisas e deve estar prerado. Mais uma idéia de matéria…
    Mas pela idade dele ele já vai para o middle school.

Carlos Rafael de Lara Resende - 12 de dezembro de 2014

Show! Sabe o que me mata no seu blog? É que quanto mais leio, mais empolgado fico e mais ansioso porque sei que está ficando tão próximo agora de irmos, como nunca esteve antes. 😉 Bem bacana tudo que escreve, está de parabéns.

    Valdirene Martins - 12 de dezembro de 2014

    Quem bom…Pode colocar sobre o que saber também, assim podemos nos basear em coisas que pode te ajudar!!! Grande abraço.

Os comentários estão desativados.

E-book Completo, Veja como matricular seus filhos nos E.U.A.

x

Tenha acesso ao

E-Book completo

Ebook Educacao Americana
x